Dia Nacional de Conscientização das Doenças Cardiovasculares na Mulher

Proposta da Deputada Mariana para estabelecer data para conscientização tem o apoio do Ministro da Saúde, Dr. Marcelo Queiroga

Um aumento alarmante nos casos de doenças cardiovasculares em mulheres chama atenção das sociedades médicas. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a proporção de mortes por doenças cardiovasculares entre homens e mulheres, que já foi de 9 homens para cada mulher, está em 5,3 homens para cada 4,7 mulheres. Ou seja, em pouco tempo, o número praticamente se igualou, o que causa grande preocupação

Diante desse cenário, a Deputada Federal Mariana Carvalho propôs o Dia Nacional de Conscientização das Doenças Cardiovasculares na Mulher, por sugestão da SBC e do Dr. Marcelo Queiroga, ex-presidente da entidade e hoje Ministro da Saúde. A proposta foi apresentada em 2019 e aguarda a votação pela Câmara. Por isso, Mariana protocolou pedido de urgência para que seja votada o quanto antes. 

A data deve ser celebrada anualmente em 14 de maio. 

“Nosso objetivo é criar ações do poder público para organizar palestras, eventos e treinamentos sobre o tema, antecipando assim o diagnóstico. Ter um dia específico todos os anos para isso, com a mobilização do poder público, entidades e sociedade será muito importante. Mulher precisa de cuidado”, alertou a Deputada. 

 

Posts Recentes