Dia Nacional da Inovação: Mariana Carvalho apoia incentivos e investimentos à área

Deputada investiu nos Centros de Inovação do IFRO, além de ser autora de leis como o Marco Legal das Startups



Nesta quarta-feira é celebrado o Dia Nacional da Inovação. Em Rondônia, importantes investimentos na área foram direcionados nos últimos anos pela deputada federal Mariana Carvalho. Em Brasília, a congressista está entre os autores de importantes leis como a Lei das Startups e Lei do GovTech.

Mariana foi a responsável por emenda que garantiu a instalação dos Centros de Inovação Tecnológica (CITs) do IFRO em nove diferentes campi do instituto. O objetivo dos CITs é implantar e modernizar a atuação de toda a cadeia produtiva de Rondônia, de inserção social dos jovens, bem como ampliar o desenvolvimento de pesquisas e projetos tecnológicos para o desenvolvimento regional.

O investimento da deputada foi de R$ 4,5 milhões. Cada CIT é voltado a uma área e potencialidade específica que visa a pesquisa e inovação ao mesmo tempo em que prepara alunos são preparados para saírem da sala de aula para o mercado de trabalho. 

Os CITs são Eficiência na gestão (Porto Velho – Zona Norte), Eficiência Energética (Porto Velho Calama), Biotecnologia e Saúde (Guajará-Mirim), Agropecuária 4.0 (Colorado do Oeste e Ariquemes), Alimentos (Jaru), Recursos Naturais da Amazônia (Ji-Paraná), Café (Cacoal) e Tecnologia Sustentável (Vilhena). Todos possuem projetos que abrangem também Espaços Makers, FabLabs, capacitação, gestão e empreendedorismo para alunos e pesquisadores buscarem soluções das demandas da sociedade.

GovTech

Ter acesso a serviços públicos sem sair de casa com apenas um clique ou toque. Esse é um dos benefícios da tecnologia e que ganhou respaldo com a Lei 14.129, do Governo Digital. Ela estabeleceu, entre outros pontos, regras para a digitalização dos serviços governamentais. 

Mariana Carvalho é uma das autoras desta lei que diz respeito ainda à busca pela eficiência na prestação de serviços públicos, garantindo a transparência e a interação entre governo e sociedade.

Startups

As startups são novas organizações empresariais que têm sua atuação caracterizada pela inovação aplicada ao modelo de negócios ou a produtos e serviços ofertados. 

Mariana também está entre os autores do Marco Legal das Startups, uma Lei Complementar sancionada em junho de 2021. O objetivo da lei é fomentar o nascimento e crescimento de mais startups no país, trazendo algumas vantagens para esse tipo de empresa. Com isso, aprimora o empreendedorismo inovador no país e alavanca a modernização do ambiente de negócios. 

Para a deputada, cada vez mais, as startups desempenham um papel fundamental para a economia do país. “Além de gerarem empregos e oferecerem serviços e produtos inovadores, são capazes de trazer soluções para problemas reais de outras empresas e organizações e da sociedade em geral”, aponta. 

O marco legal é pautado no reconhecimento da inovação como vetor de desenvolvimento econômico, social e ambiental, além de incentivar a constituição de ambientes favoráveis ao exercício da atividade empresarial, bem como valorizar a segurança jurídica e de liberdade contratual. É considerado um grande avanço para a atividade econômica e tecnológica no país.

Posts Recentes