Deputada Mariana Carvalho comemora início da recuperação da BR 429

De acordo com o DNIT, máquinas e trabalhadores já estão em deslocamento; obras iniciam na próxima semana

A Deputada Federal Mariana Carvalho comemorou nesta sexta-feira a retomada das obras de recuperação da BR 429, na região central do estado de Rondônia. A parlamentar foi uma das que solicitou os serviços ao Governo Federal. As obras deverão ter início já na próxima semana, de acordo com Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT)

“Uma de nossas mais importantes rodovias, a BR 429, começa a ser recuperada nos próximos dias. Os trabalhos foram autorizados pelo Dnit e as empresas responsáveis pelas obras já iniciaram o deslocamento de máquinas e trabalhadores para a região. As melhorias vinham sendo solicitadas por nossa bancada federal e, em breve, serão uma realidade”, destacou Mariana. 

Rodovia corta seis municípios e está em péssimo estado em alguns trechos

Segundo a Deputada, essa é uma medida extremamente importante para o desenvolvimento do estado, pois terá um impacto positivo para o escoamento da produção de diversos municípios, gerando benefício para os os produtores da região central de Rondônia e à população de vários municípios cortados pela rodovia em seus 339 quilômetros. 

A BR 429 corta os municípios de Presidente Médici, Alvorada do Oeste, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, São Francisco do Guaporé e Costa Marques; passando ainda pelos distritos de Terra Boa, pertencente à Alvorada do Oeste, e São Domingos, pertencente à Costa Marques.

Mariana lembra que a região é forte na pecuária e que a cultura da soja, do milho e do arroz também tem avançado bastante. “O nosso Forte Príncipe da Beira e sítios arqueológicos são algumas atrações da região”, lembra a deputada.  

“Agradeço ao Governo Federal por atender às solicitações da nossa bancada e garantir a revitalização da rodovia. Sem dúvidas, uma grande conquista para Rondônia”, afirmou Mariana Carvalho em suas redes sociais. 

Com o objetivo de garantir melhores condições de segurança e trafegabilidade para os usuários da rodovia, as equipes do Dnit realizarão trabalhos, divididos em dois lotes, de recuperações pontuais (reciclagens), de recapeamentos, de remendo profundo e tapa buracos, de microrevestimentos, de controle da vegetação lindeira por meio de roçadas, além da limpeza de dispositivos de drenagem e controle de erosões.

O primeiro lote, localizado do município de Presidente Médici até Seringueiras (do km 41 ao km 198,30), é onde se encontra o trecho mais crítico e, por isso, concentrará a maior parte dos trabalhos de reconstruções pontuais. Em especial, de Terra Boa a São Miguel do Guaporé. O investimento para esse segmento de 157,3 quilômetros será de R$ 44.146.700,00 e o término do contrato é em julho de 2024.

(Com informações do DNIT)

Posts Recentes